¡Buenos dias, Santiago!

Eu ainda pensei em escrever posts em série quando voltasse para casa, mas depois dá é preguiça, como aconteceu depois que voltei de Aracaju, então bora alimentar o blog em trânsito mesmo.

Ontem foi meu primeiro dia em Santiago. Primeira viagem Internacional, sozinha. Geral dizendo que eu sou muito corajosa por fazer isso, etc.

image

Quando vi a Cordilheira dos Andes se aproximando, comecei a cantar mentalmente Na Plażach Zanzibaru e deu uma vontade de chorar… Possíveis motivos:
1) Emoção por estar indo tão longe depois de tanto tempo sonhando com isso;
2) Pensei “ano que vem quero conhecer a Cracovia”;
3) Meu! Decorei a letra da música!

No primeiro dia, já paguei altos micos; como:

1) Não reconhecer a própria mala na esteira de bagagens e pedir para outro passageiro recolhê-la enquanto você está correndo atrás dela;
2) Errar o compartimento para colocar o ticket do metrô DUAS VEZES (ainda bem que tem pessoal ajudando e tals)

Falando em metrô, é de fato organizado como me disseram, e baratinho! Na hora do rush, lembrei de Recife, só que sem vendedor de chocolate nem de coletânea de Shirley Carvalhaes feat Miriam Pereira e Marcos Antônio. Não tem ambulante no metrô, mas tem umas bancas bem interessantes na estação Salvador, que fica perto do hostel onde estou hospedada.

No hostel: estou em um quarto compartilhado e minha vizinha de beliche é uma japonesa com quem, se muito, troquei cinco palavras. Quando saio ela tá no computador, quando chego ela tá dormindo e assim vai…

O pessoal local é simpático, mas percebi que pessoas mais velhas tendem a ser mais simpáticas e sorridentes com a gente, vide um senhorzinho que só faltou me abraçar na rua.

Até agora:

image

image

Duas escolas só para meninas.

image

image

Uma igreja pentecostal.
Achei a Universal também, mas não fotografei.

image

Nessa galeria tem muitas livrarias (a.k.a. sebos)

image

Tirei essa foto só porque achei o cara da foto parecido com Pablo da sofrência.

image

Fonte na Plaza Jorge Prat.

image

image

Faixa de protesto dos professores nessa praça.

image

Já era noite quando tirei essa foto, em La Moneda. Os dias longos me deram um tilt, fui jantar era quase 11 da noite.

image

image

Não cruze a faixa amarela!

E, por fim, amei o suco de amora do Juan Segura, que fica aqui na esquina.

Voltamos em breve, com mais notícias!

Anúncios

Um comentário sobre “¡Buenos dias, Santiago!

  1. Gostei das fotos, você fotografa bem.
    Algumas parte achei parecida com Centro de São Paulo aqui no Brasil
    Na praça achei muito lixo jogado no lugar aonde se encontra a estátua, mas em compensação olhando outras fotos da para vê que a cidade achei bem organizadas e tem um arquitetura linda.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s