Sobre a oração

Hoje,  voltando do trabalho, me ocorreu uma lembrança de quando eu tinha uns 8 anos e era do grupo das Mensageiras do Rei, na minha igreja. Nós tínhamos um cartaz em forma de flor e em seu miolo estava escrito: “Orai sem cessar.” Nas pétalas, escrevíamos nossas motivações de oração cotidiana; e minha flor ficava colada na porta do quarto. Depois de alguns meses, a flor da oração deixou de compor a decoração, mas nunca abandonei o hábito.

Acho que a oração foi o primeiro preceito que me foi passado pela família; junto com a gratidão. Até hoje, mesmo nos dias em que estou me sentindo triste e frágil, fecho os olhos para agradecer por estar viva, e pelos meus, e por ter ido e voltado em paz para casa. E não lembro de ter ficado nenhum dia sequer sem voltar meus pensamentos a Deus por alguns minutos.

Hoje olhei para um calendário que está pendurado na porta do meu quarto e que, até então, estava sem utilidade. Pois bem, resolvi transformá-lo em um calendário de oração, incluindo meus motivos (hoje em dia são tantos que a gente até periga esquecer de algo ou alguém!). Acho que vai ser uma experiência legal, essa volta aos bons hábitos de infância.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s