Andadas

Hoje foi um daqueles dias especialmente reservados para resolver pendências: passei nas instituições onde fiz graduação e pós para buscar documentos e foi um daqueles momentos perfeitos para mudar um pouco o foco das coisas que andavam me chateando. Para conversar com o pai, pensar na vida, observar pela janela do ônibus cantinhos da cidade que eu não via há meses.

Andar meia Conde da Boa Vista a pé, desfilando o cabelón no terceiro day after (um feito inédito, porque geralmente só resisto até o segundo) e ser abordada por panfleteiros de estúdio de tatuagem. E a melhor de todas: uma cobradora de ônibus que estava indo para seu trabalho no Jordão puxa conversa comigo e começa a falar de perfume:

– Domingo, que é dia de povão, eu uso um perfume mais ou menos. Os bons eu deixo para os dias de trabalho…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s