Crushes musicais da semana #3

Essa semana, revisitei algumas playlists antigas, que criei para projetos criativos iniciados no ano passado e que foram abandonados por diversas razões.

Um deles foi o romance Não deu no jornal, que eu tinha até começado a postar no Wattpad, mas acabei parando (parei de escrever na plataforma, estou dando preferência ao Medium e ao blog agora). Fiquei meio sem ânimo para continuar a história de Leila e Maria Laura, mas voltar a ouvir as músicas que me embalavam a escrita deu um gás extra para começar uma nova parte da história que eu nem tinha percebido, mas já tinha passado das 80 páginas (depois que retomei a escrita, chegamos a 92, e contando). Estou novamente encantada pelas músicas e, por consequência, pela história; mas tem algumas faixas da “trilha sonora” que me encantam mais, por isso estão nesse post…

  1. To tu, to tam (Grzegorz Turnau): a letra é de Michał Zabłocki, mas sem a música composta pelo Turnau ela não seria o que é. Quando voltei a ouvi-la, depois de uns meses sem, quase chorei. Só não desmontei em lágrimas porque estava no trabalho e ia ser meio uó se debulhar em lágrimas na frente do PC com um monte de gente perguntando “o que foooi?” Mas olha, é uma das coisas mais lindas já feitas. Frase para a posteridade: wszystko runie lecz podniesie się znów (tudo se destrói, mas vai surgir outra vez)
  2. Na młodosć (Grzegorz Turnau):

    Eu casaria com esse homem só pela discografia dele. Acho que quando eu for para o show dele – em breve! – vou levar um cartazinho e passar uma vergonhazinha básica na Polônia (mentira, eu só vou pro show e talvez eu chore de emoção). Essa música é a única que consigo tocar (não muito bem, digo logo) no piano. Acho que vou adaptá-la para o violão daqui uns tempos. Vai dar um trabalhinho, mas acho que vai ficar massa.

  3. Fortune teller (Julian Lage):

    Saindo da Polônia um pouquinho, eu sou bem apegada a essa música, do último álbum do Julian Lage (Arclight, lançada ano passado). Antes do lançamento do álbum completo, essa música saiu no Spotify como single e eu passei uma semana inteira só ouvindo ela. Agora voltou para o modo repeat.

Daqui a algumas semanas, com fé em Deus e muito trabalho, vou terminar de escrever a história de Leila e Maria Laura. Aí vou dar mais um tempinho para voltar ao texto e fazer a revisão – depois, não sei se vou publicar de uma vez ou colocar capítulos no Medium. Enquanto isso, tenho que agilizar o registro de outros textos já revisados na Biblioteca Nacional para publicar mais adiante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s