Cafeína, Capítulo 11

Design sem nome

Resumo do capítulo: Letícia e Fernando formam um novo casal e a moça vai aproveitar o relacionamento para galgar os degraus de uma carreira na rádio, mas sentimentos podem estar começando a surgir. Heitor e Virgínia planejam a fuga, e Maria Joyce tem um momento genuíno de ternura com a mãe.

Clique aqui para ler.

Sérum hidratante Balmish

Continuando a falar sobre produtos cosméticos naturais/veganos/orgânicos…

… conheci a Balmish graças a um guia de marcas mais conscientes produzido pela Julia Codogno, do blog Ma Belle Vitrine, na época a marca atendia por ItBalm. E depois de algum tempo só *namorando* os produtos, resolvi comprar um sérum hidratante (lançamento da marca), já que o meu hidratante atual já estava nas últimas.

O produto contém em sua formulação ácido hialurônico, extrato de hamamelis, óleo essencial de Ylang Ylang (amo!), vitamina E, e é recomendado para todos os tipos de pele. Comecei há usar há pouco na minha rotina diária de cuidados com a pele (uma rotina bem simplona, a propósito), e gostei muito da textura leve e do aspecto aveludado que o sérum deixa após a aplicação. Vale a pena!

Para maiores informações sobre o sérum hidratante e outros produtos da Balmish, só visitar o site http://www.balmish.com.br

“Hipokamp”, de Marek Napiórkowski

Como eu tinha falado em um dos últimos posts, voltei para compartilhar minhas impressões sobre Hipokamp, mais novo álbum do guitarrista polonês Marek Napiórkowski (de quem sou fã desde que ouvi o Up pela primeira vez – não lembro mais o ano, infelizmente, depois). Enfim, amigos, esse é mais um caso de “em um relacionamento sério com um produto fonográfico”.

Antes do lançamento do álbum completo, que conta com nove faixas (o que dá quase uma hora de som), o single Brainstorm já dava uma ideia do que estava por vir. Achei ligeiramente diferente dos trabalhos anteriores do Napiórkowski, pela presença do sintetizador, mas não acho isso ruim, nem de longe!

Fãs de David Bowie, ouçam Hipokamp: tem covers fantásticas de Space Oddity e Absolute Beginners. Inclusive, admitindo minha ignorância na vida e obra de David Bowie, eu não sabia que Absolute Beginnners (música que fecha o álbum) é dele. Anyways, ela quase rouba de Brainstorm o posto de minha música favorita. Digo quase, porque na verdade, estão empatadas. 😁

Hipokamp está disponível em todas as plataformas digitais. Fica a dica para ouvir já!

Migrando para o shampoo sólido

Faz um tempo que ando acompanhando páginas que falam sobre cosméticos naturais, orgânicos, veganos, etc, e fiquei bastante curiosa para testar alguns deles. Recentemente aproveitei que meu shampoo estava acabando para investir em um shampoo sólido em barra, e os motivos foram:

1. Os ingredientes o mais naturais possíveis, sem parabenos, silicones, sulfatos…

2. Embalagem prática e compacta, em papel (e um invólucro em plástico em torno do produto em si).

3. Economia: agora que eu estou praticando atividades físicas com regularidade (entre 4 e 5 vezes na semana), preciso lavar o cabelo com mais frequência. O shampoo líquido ia acabar um tanto mais rápido, porque sou meio sem noção com quantidade e às vezes exagero. Com o shampoo sólido em barra não há esse risco. Além disso, a gente pode dividir a barra em barras menores (a minha deve render uns 3 pedaços) e ainda tem a economia de espaço em caso de viagens! Aconselha -se o armazenamento em saboneteira vazada ou sobre bucha vegetal; eu improvisei com uma saboneteira comum mesmo, pelo menos nesse início.

shampoo sólido ares de mato

O shampoo que escolhi foi o de cupuaçu, macadâmia e anis, da Ares de Mato. De acordo com o fabricante, este é um shampoo indicado para cabelos secos, cacheados e danificados. Minha primeira experiência com ele foi no último sábado e, confesso, foi um pouco estranha porque naturalmente não é um hábito nosso esfregar uma barra no couro cabeludo para lavá-lo! Mas gostei da experiência e senti que o produto fez mais espuma do que eu esperava. O cheiro também achei bastante agradável.

Isso foi no último sábado: quanto ao day after… pode ser por causa da mudança recente de produto, mas achei o frizz mais controlado. Vamos observar se o efeito se mantém. 👀

Você, leitor, usa/usou shampoo sólido? Qual é a sua experiência com esse tipo de produto? Tem alguma marca para indicar?